Acordando para verdades difíceis

Acordando para verdades difíceis

Cara família do do blog Energetic Synthesis,

Nos estágios de nosso desenvolvimento espiritual, quando vivenciamos a descoberta de enganos, mentiras e manipulação, a complexa iluminação (complexo abuso psicológico) que é usada para encobrir fatos verdadeiros e precisos para parecerem algo que não são. Quando uma pessoa finalmente vê os fatos verdadeiros que eram, escondidos sob os enganos, podem ficar muito, muito zangada.

À medida que a rachadura da luz aparece no centro da sombra escura para alguns na Consciência Coletiva, que a luz interior se acende, podem ver mais coisas que estavam escondidas na sala escura que não tinham visto antes. Quando podem ver essa escuridão se movendo nas sombras, há uma disputa para dar-lhe sentido e verificar o que realmente é durante a realização (percepção) da grande manipulação ou engano. Talvez seja o fato de terem sido enganosamente usados ​​por outros ou abusados ​​de maneira que não haviam entendido completamente anteriormente. Ninguém se sente bem sendo usado e manipulado, é uma tática dos impostores da força das trevas. Isso também abre outra oitava de luz para iluminar nossa visão interior e ver o que havia sido escondido no armário escuro ou que poderia ter sido profundamente negado como uma verdade entre as pessoas envolvidas nessas circunstâncias. Ou simplesmente, o conteúdo subconsciente complexo desses eventos ou situações havia permanecido invisível e desconhecido para nossa consciência atual. Após muitos anos e muito esforço despendido, descobrimos que nossa energia estava sendo direcionada para fins desagradáveis ​​ou antiéticos.

Qual é a minha responsabilidade agora?

Naturalmente, como consequência, podemos perguntar qual é a nossa responsabilidade neste momento? Qual é a minha obrigação moral ou espiritual de enfrentar circunstâncias tão difíceis e desafiadoras em que essa profunda revelação de engano, manipulação mal intencionada com os inocentes desfeitos ou pessoas que conheço? Qual é o melhor curso de ação? O que está ao meu alcance para fazer e o que não está? Para muitas pessoas que ainda pensam com formas de pensamento em 3D, a primeira reação será tomar uma ação agressiva ou intencional contra o enganador, o manipulador, ou fazer algo contra a situação que foi usada para tirar vantagem de outras pessoas.

No entanto, tomar ações externas ou agressivas é geralmente a coisa menos benéfica que se pode fazer nesses momentos. A força interior é construída ao poder testemunhar com compaixão, estar disposto a ver toda a verdade, integrar as informações à sua base de conhecimento e permanecer imóvel e capaz de observar ainda mais.

Nesses casos, a sabedoria é conquistada com muito esforço, existe uma forma de arte alta na habilidade de realmente saber quando agir ou praticar a não ação.

Muitas vezes, a dura verdade é que você conhecerá exatamente as pessoas que foram abusadas ou manipuladas e as verá se recusa a reconhecer o que está acontecendo na forma de dano ou engano. Eles podem procurar adormecer em seu espelho astral de ilusão, pois não querem, de maneira alguma, mudar ou assumir a responsabilidade por qualquer uma das realizações que surgem. Contudo, quando você tenta transmitir essa verdade, eles revidam com reações hostis, fechando-se para o diálogo. Ao termos essa visão geral, muito comum, pode parecer doloroso, confuso e difícil de conciliar a navegação de conflitos que envolvem outras pessoas. Tudo pelo que podemos ser responsáveis ​​é somente nossa conduta e comportamento pessoal, não podemos exercer controle sobre ninguém.

Há uma elevação dessa realização mais profunda que ocorre na consciência coletiva presente no ambiente e no campo. Isso está sendo observado como um reflexo dos estágios desafiadores do processamento da raiva e do pesar durante a noite escura da alma planetária.

Confiança equivocada e intenção usurpada

Uma das mais importantes perguntas que as pessoas despertadas se fazem é: Como nos sentimos quando acordamos um dia e percebemos que tínhamos sido completamente enganados e usados ​​de alguma maneira? Tal como:

* Confiamos em alguém que não era quem parecia ser (confiança extraviada);

* Estávamos servindo alegremente alguma intenção externa, apenas para descobrir que ela era falsa, prejudicial ou invertida (intenção usurpada);

* Incorporamos plenamente o conhecimento para ver como a dor e a tortura de nossos semelhantes ocorrem diariamente como ocorrências normais (abuso de condicionamento);

* Nós gastamos nosso tempo e recursos arduamente conquistados para desempenhar um papel proeminente no jogo Controller que alimenta o sistema decadente da escravidão humana (escravidão mundial);

* Vemos líderes deformados se aproveitando de pessoas quebradas, que estão produzindo ainda mais dor, trauma e fragmentação, criando a entidade sombria que alimenta o frenesi (criação da NAA);

* Podemos ver abusos flagrantes de poder magoando intencionalmente outras pessoas, sendo que estas não sabem por que essa agenda está ocorrendo (reforçando agressores e predadores);

* Interagimos com pessoas em 3D que não têm significado por trás de suas palavras, pessoas que não seguem o que disseram que fariam (as promessas vazias e as palavras superficiais; Materialismo);

* Vemos aqueles que manipulam uma e outra vez para obter uma posição de vantagem estratégica que não faz sentido no geral (controladores de poder);

* Testemunhamos morte, trauma ou eventos trágicos que parecem insensatos, imprudentes ou idiotas (descuido e nenhuma reverência pela vida).

Bem-vindo às realizações mais elevadas do despertar espiritual ao passar pela exploração contínua das profundezas aquosas da Noite Escura da Alma!

Cura emocional

Ao descobrir algumas dessas verdades desagradáveis, é comum sentir raiva, depressão e sofrimento aumentando. Uma descrição útil é o modelo de Kübler-Ross, que inclui a raiva como um dos cinco estágios do luto, necessário para expressar emoções autênticas que levam à cura emocional e espiritual.

Sentir raiva e tristeza pode ser um estágio necessário do processo de Cura Emocional porque desencadeia a autorrealização, ao reconhecer que algo negativo, traumático ou doloroso nos aconteceu. É melhor reconhecê-lo como acontecendo, do que permitir que a raiva reprimida seja expressa em explosões descontroladas ou depressão negra. Esteja disposto a sentir e testemunhar raiva e pesar para ajudar a redirecioná-lo e liberá-lo. Quanto mais você realmente sentir isso, entendendo por que se sente assim e reconhecendo seu movimento através da observação pessoal, mais ele começará a se dissipar através de uma maior aceitação e consciência que apoiam a cura emocional.

Um componente importante da cura emocional é a validação de que o evento e a experiência aconteceram e você possui o direito divino de sentir as emoções que está sentindo.

Pode ser que você precise fazer mudanças na vida para ajustar-se adequadamente, para ser mais verdadeiro consigo mesmo. Nesta fase, é importante validar seus sentimentos e honrar sua experiência no enredo quando sentiu dor. No entanto, em algum momento, precisará ver que é uma história da qual você deseja se libertar. Os apegos emocionais a essas histórias limitam nossa expansão da consciência e experiências de alegria e paz. Histórias de raiva e angústia podem atravessar nossas mentes como um trem descontrolado percorrendo os trilhos. Para encontrarmos liberdade da raiva e do sofrimento reprimidos, precisamos reconhecer a história e ver que repeti-la várias vezes não nos serve para crescer emocionalmente e avançar em paz. Sim, o que aconteceu, aconteceu conosco, mesmo que as pessoas ao nosso redor ignorassem. Porém temos que escolher quanto tempo deixamos que o fardo das emoções negativas se apegue a nossos pensamentos e sentimentos, como uma bola, uma corrente que nos mantêm cativos no passado doloroso.

Exercício de processamento emocional

Aqui estão algumas estratégias para ajudar a suavizar a história:

* Abra-se com compaixão a todos os envolvidos, inclusive a si mesmo.

* Reconheça que você está trazendo o passado para o momento presente repetindo incessantemente a história em sua mente. Em algum momento para sua própria sanidade e saúde, deve deixar isso para lá.

* Traga toda a sua atenção para as sensações e emoções que estais experimentando no momento.

* Comprometam-se a alinhar todas as suas ações com o que realmente desejas alinhar.

* Peça apoio espiritual, orações e ajuda para atravessar a situação dolorosa com graça e a mais alta expressão possível para todas as partes.

Todos nós podemos nos relacionar com essas experiências difíceis e sentimentos dolorosos em algum momento de nossa vida, e isso é especialmente prevalente durante o processo da Noite Negra da Alma. A fase em que realmente começamos a descobrir alguns dos detalhes ocultos da vida. Às vezes, podemos ficar chocados com o que podemos ver e lembrar.

Amor, paz e GSF de todas as maneiras!

Lisa

Canalizado por Lisa Renee. Fonte: https://energeticsynthesis.com/resource-tools/blog-timeline-shift/3618-waking-up-to-hard-truths

Tags: | |

Sobre o Autor

Annah Ananda
Annah Ananda

"É melhor conquistar a si mesmo do que vencer mil batalhas". BUDA

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *