Jesus: Toda a consciência sensorial foi criada vivendo eternamente

Jesus: Toda a consciência sensorial foi criada vivendo eternamente

A palavra “despertar” tornou-se aos poucos um  “chavão” nos últimos meses, pois muitos a ouvem pela primeira vez no contexto do desenvolvimento espiritual da comunidade humana. Essa consciência crescente está acontecendo com tantas pessoas agora, o ser humano, neste momento,  passa por uma experiência na forma, na fisicalidade, que permitirá e também incentivará a todos lembrarem que são e sempre foram seres espirituais eternos.

A força vital que flui através de todos os formatos de vidas  físicas sensíveis (sencientes) e da qual essas formas são totalmente dependentes de sua existência, é o AMOR.

Amor, Fonte, Deus, o Único – qualquer que seja a palavra escolhida para expressar a ideia de um Criador Supremo onisciente, amoroso e sábio; trata-se de um Ser Eterno em quem toda a criação traz a sua existência eterna – é realmente tudo. Cada ser senciente é eternamente contido e amorosamente abraçado em todos os momentos pelo Uno, a Presença Eu Sou, porque se expressa em infinitas manifestações de si mesmo, com ALEGRIA criativa completa em cada um deles.

Deus é amor, criação, alegria! No entanto, muitas manifestações optaram por serem severamente limitadas, revelando-se de uma forma que é um estado de ser severamente limitado, por sua própria natureza. No entanto, a separação da Fonte é impossível porque existe apenas UM!

A separação fisicamente experimentada na forma é amnésia, apagão, perda de memória, mas apenas por um período muito restrito! O tempo é um aspecto da ilusão que torna possível a aparente experiência de separação, porém apenas por breves momentos, alguns flashes ou piscadas momentâneos e batimentos cardíacos. Todavia, enquanto vivido pode parecer durar um período excessivamente longo e, quando você acordar, saberá que houve apenas uma perda momentânea de memória, de consciência!

Despertar, é ser mais uma vez, como sempre esteve, totalmente consciente de sua inseparável Unidade entre você e a Fonte. Essa consciência é um estado de alegria infinita e eterna, na qual magnificamente tu expressas, demonstras todas as suas capacidades criativas a todo o momento para o maior prazer de TODOS.

Toda consciência senciente foi criada eternamente viva! Não há morte ou fim da vida – uma consciência totalmente consciente conhece a Fonte. Pois o que é criado está totalmente vivo agora e para sempre.

A experiência de viver nesta forma é temporária, um jogo que alguns optaram por jogar por um período restrito! A limitação e o tempo são irreais e desaparecem quando se escolhe parar de jogar ou se comprometer com esse sonho. Será como se nunca tivessem existido, é claro, porque eles nunca existiram – a irrealidade não existe!

Estar eternamente vivo, eternamente uno com a Fonte e com toda a criação, criar prazeres para sempre harmoniosos que todos possam desfrutar, esse é o propósito para o qual todos foram criados. Este objetivo será para sempre repleto de alegria.

O processo contínuo de despertar que a humanidade está enfrentando atualmente é fruto de uma escolha coletiva. Apoiada total e afetuosamente pela Fonte e por toda a criação. Trata-se em deixar permanentemente de viver em um estado experiencial de irrealidade,  limitação, incerteza, dor, sofrimento e o medo surgidos nesse estado irreal.

Está muito próximo o momento de lembrar quem você é. Celebrar a Vida e o Amor é o caminho para despertar do irreal, do sonho e reconhecer a si mesmo, mais uma vez, como os Seres divinos que todos são.

Então, o que você deve fazer durante os últimos momentos da irrealidade?

Muitos sentem que trazem um propósito espiritual individual essencial como humano, no local terreno em que vivem esta experiência de vida.

 E se perguntam: “O que é isso?

E a resposta é simplesmente ser você mesmo!

Muitos de vocês cresceram em uma cultura – local, nacional, religiosa, política, acadêmica, filosófica – muito limitada em crenças e atitudes morais. Esses ideais foram incorporados por vocês para se apresentarem ao mundo ao seu redor, sem estarem cientes ou sem saberem o que estavam fazendo; manifestando uma “personalidade aceitável” tudo para ter um sentimento de pertencimento!

Mais abaixo, em algum lugar profundo dentro de você, há uma incerteza, um questionamento que pergunta: “é isso que eu sou? Acrescentando: certamente devo ser mais do que essa pessoa humana, porque realmente não me sinto em casa aqui”. É claro, tu és muito, muito mais do que esse ser humano que vive a vida na realidade física com todo o trauma, dor e medo que faz parte dela. Portanto, você não pode realmente se sentir em casa.

O que você precisa fazer é muito simples; contudo muito, muito poucos acham fácil.

Durante sua jornada da infância à vida adulta, ficaste inseguro porque foi encorajado a se comparar com outras pessoas que eram “supostamente” melhores, mais competentes, bonitas, talentosas fisicamente ou intelectualmente que você.

A verdade é que só podes ser você mesmo. Portanto, comparar-se a outra pessoa não faz sentido. Cada um está exatamente onde você escolheu estar. Aceite tão plenamente a forma pela qual experimenta a existência humana e sabes – tão profundamente dentro de si mesmo – que a escolheste pelas lições e experiências que ela traria durante sua vida terrena.

Não há acidente ou coincidência, todo evento e situação servem a um propósito que foi planejado antes da sua encarnação. Isso acontece nesta sua existência no momento em que precisas, enquanto caminha em direção ao seu inevitável despertar.

Aceitando a si mesmo, encontrará paz. Quando estiver em paz, os outros serão atraídos, inspirados e elevados pelo sentimento de presença que emana de ti quando apresentas teu verdadeiro eu a eles. Como Ser Divino, não buscas nem a aprovação nem a aceitação deles porque sabes que já possuis uma aceitação completa e amorosa de si mesmo e da Fonte.

Portanto, sabendo que você é eternamente Um com a Fonte, seja como a Fonte, encontre tudo o que surge em sua vida com amor e celebre sua existência a todo o momento. A vida deve ser uma celebração permanente de admiração e da magnificência que é Tudo, isto é, a Fonte, ou seja, VOCÊ!

Eu continuo te lembrando, é essencial que você reserve um tempo todos os dias para ficar quieto e em paz, deixando de lado suas listas de tarefas por alguns momentos enquanto descansa.

No interior, neste calmo e sagrado santuário interno, no centro do seu Ser, a Paz e o Amor o abraçarão se você simplesmente optar por permitir que eles o façam.

Possuis livre-arbítrio, pois o que o Amor cria é sempre completamente livre  para que possas escolher estar consciente e sentir essa presença ou ignorar e conhecer apenas o fluxo constante de pensamentos que afligem tantas pessoas. Uma vez que a liberdade total não é o que muitos experimentam em sua vida humana diária.

Portanto, quando se interiorizar, defina a intenção de saber que és a Paz, és o  Amor. Assim, sentirás e experimentarás o Ser Divino que está em você agora!

Seu irmão amoroso, Jesus.

Compartilhado por Messages Célestes em 07 de julho de 2020, Fonte: https://messagescelestes.ca/jesus-toute-conscience-sensorielle-a-ete-creee-eternellement-vivante/

Tags: | | | |

Sobre o Autor

Annah Ananda
Annah Ananda

"É melhor conquistar a si mesmo do que vencer mil batalhas". BUDA

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


  1. Gratidão! a Jesus! pela Mensagem e Todos os demais Seres! de Luz! que se preocupam com esta HUMANIDADE!!!!