Vital Frosi – NINGUÉM MORRE ANTES DA HORA.

Vital Frosi – NINGUÉM MORRE ANTES DA HORA.

Amados!
Falar da morte sempre foi um tabu. A maioria das pessoas tem calafrios só em pensar nisso. Entretanto, ela é a coisa mais natural e certa que existe em cada ser vivo, seja um animal, uma planta ou um hominal.
Na verdade, o que existe em cada ser vivo, é uma consciência imortal agregada à uma parte material que tem princípio, meio e fim. Somente esta parte material é que um dia precisa se decompor. E essa decomposição acontece quando os fluidos da vida efêmera chegam ao fim. Mas como disse antes, a consciência que deu vida à matéria, jamais morre.
Uma semente que germina e cresce, traz a consciência da planta que a produziu. Um dia, essa semente também se transforma numa planta que deixará outras sementes antes de entrar em deterioração. Mas a espécie ali contida, segue a sua vida infinita.
Assim acontece com cada ser vivo. Um animal que nasce, carrega a consciência pré existente de si mesmo. Ganha um corpo que tem uma vida útil de acordo com a sua espécie. Também é uma consciência imortal. Mesmo que seja extinta num Planeta, ela se reintegrará novamente em outro Planeta. Isso também explica uma Lei da Física de Lavoisier: “Nada se cria, nada se perde; tudo se transforma”.
E nós, os humanos, como tudo procede? Ora, se tudo é consciência, o que difere é a espécie dentro de cada Reino, e é natural que aquilo que ocorre numa, ocorre nas demais. Na parte física, tudo se assemelha. Tudo o que é matéria carbono, um dia vai se deteriorar. Claro que nos mundos onde a vibração é base cristalina, isso não ocorre. Mas estamos falando das coisas da Terra.
O ser humano hoje como o conhecemos, é um Espírito imortal que está usando um corpo físico adequado ao Planeta Terra. Esse Espírito é uma semente também. É o ÁTOMO SEMENTE DIVINO, cuja árvore de origem é o Criador de todos os mundos e de tudo o que há em cada um deles.
A consciência que habita um corpo humano, é a mesma que habita um vegetal, um animal ou um mineral, pois sua origem é essa Fonte Criadora. O que difere, é o estagio em que se encontra. É como se comparássemos com uma fruta: enquanto flor, a consciência da semente já está lá, mas não é igual como no momento em que está madura. Nem mesmo quando está em estágios intermediários.
A semente de uma planta, não pode gerar outra planta se for colhida antes de estar pronta, ou seja, madura. Então, nenhuma forma de consciência está pronta para assumir uma etapa mais elevada enquanto não estiver concluído o tempo necessário em cada estágio. Um mineral se transforma em vegetal no decurso de bilhões de anos. O vegetal passa para o reino animal, também após um grande estágio nesta condição. E o vegetal se transforma em animal, levando outro tanto de tempo. E por fim, o animal chega ao hominal após ter passado por tantas etapas sucessivas.
Como vemos, a Centelha Divina criada pela Fonte como Átomo Semente Divino, hoje é um ser humano encarnado neste corpo físico, ou seja, VOCÊ! Que maravilha, não? Fizeste uma longa caminha até aqui. Mas você não é esse corpo que aparenta ser. Você é essa consciência imortal, que chegou num grau muito mais elevado que aquele que nem mesmo forma tinha antes de ser mineral.
Passando pelos mundos das formas, hoje você está em forma humana. Habita esse corpo que ainda é matéria base carbono, e que ainda precisa ser substituído constantemente. Claro que em breves tempos, esse corpo carbono se transformará em base cristalina e tudo muda outra vez. Estaremos então em uma nova fase, um estágio em que o Espírito terá um corpo de Luz. Então esse corpo não será mais descartado como era antes.
Enquanto o Espírito atravessa um Mundo de Provas e Expiações, é normal possuir um corpo descartável e de curta duração. Isso é necessário, uma vez que enquanto encarnado, a sua consciência fica muito limitada, ao ponto de ele esquecer quem é. Ao descartar o corpo, o Espírito tem a sua consciência mais alargada, o suficiente para saber que é imortal, e qual o seu propósito de estar nesta Planeta agora. Avalia a sua última encarnação e faz um novo projeto para seguir a sua caminhada evolutiva e reencarna outra vez. Isso aconteceu centenas ou até mais de mil vezes com você.
Lá no Plano Astral, ou seja, no período entre vidas corpóreas, sem a limitação da sua consciência, você sempre teve a visão do futuro, principalmente o período que compunha a duração da sua próxima encarnação. Isso foi facultado para que você soubesse adequar o teu projeto encarnatório. Sabedor disso, escolheu todas as possibilidades que te levariam a evoluir como consciência que você é. Quais as metas; quais as provas; quais os resgates; quais as lições que ainda faltam; quais as atividades que exerceria; quais os relacionamentos; inclusive quantos anos seriam necessários e qual a maneira que irá desencarnar.
Sim, isso é real! Você escolheu cada situação, cada oportunidade, cada lugar onde iria habitar, trabalhar, a profissão e as dores que teria que passar caso não fizesse por merecer através da construção de uma vida baseada na ética, na moral e no respeito.
E você escolheu todas as possibilidades que teria ao desencarnar.
Uma morte suave e tranquila, sempre é o resultado do dever cumprido. Já uma morte antecedida de dor e sofrimento, é o complemento a fim de se cumprir o degrau da evolução não alcançado através das boas obras projetadas, ou então para se cumprir algum resgate, ou Karma. Mas de qualquer forma, o projeto precisa ser concluído, pois agora estamos na última encarnação antes da Transição Planetária.
Para cada encarnação, o Espírito escolhe o tempo necessário que precisa a fim de concluir o seu projeto. Se escolheu 90 anos, 80 anos, 50 anos ou apenas alguns anos, nada e ninguém pode mudar isso. A única exceção é o suicídio, pois ele é do livre arbítrio do próprio Espírito. Como ele sabe do futuro, ele sabia que em 2020 surgiria um novo vírus. Muitos que colocaram no seu propósito de alma, desencarnar por uma doença caso não completasse o seu aperfeiçoamento pelo amor, pagaria o restante com a dor e o desconforto causado por ela.
Então, uns foram contaminados e sobreviveram. Já aqueles que estavam no seu prazo de desencarnar, esta foi mais uma opção entre tantas e, foi escolhida por cada um que desencarnou ou está desencarnando por esta causa. Precismos entender isso para que o medo não nos mate, mesmo estando ainda vivos. Não tenha medo pois nada é acaso. Já nascemos com a data certa do descarte do corpo físico, e este prazo foi escolhido por cada um. Esta é a garantia que temos ainda antes de encarnar. Ninguém passa por aquilo que não precisa passar!
Confia! Tudo segue rigorosamente o Plano Maior, e dentro deste Plano, está o teu projeto individual. O medo da morte é apenas uma crença que te impuseram, fazendo acreditar que ali acaba tudo. Na verdade, tudo segue, pois assim é!
Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento.
Namastê!

http://ascensaoplanetaria.com.br

Youtube = Ascensão Planetária

Instagram = @ascensaoplanetaria

Telegram = Grupo de Estudos

Facebook = Grupo no Facebook

Tags: | | | |

Sobre o Autor

Gleidson de Paula
Gleidson de Paula

Deixar uma parte do seu coração com aqueles cujo a vida você toca! É bem melhor que deixá-los sem nada! ❤️ Autor: Gleidson de Paula

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *